Escolha uma Página

aplicativo de segurança

SOS Maria da Penha

Proteção efetiva para mulheres com medidas protetivas, através deu um ecossistema 100% integrado entre aplicativo de proteção e painel de monitoramento.

Saiu na mídia…

Nesta quinta-feira, 18, a Guarda Municipal de Aracaju (GMA), órgão vinculado a Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), recebeu a visita técnica de representantes da Secretaria Municipal de Segurança Cidadã e da Guarda Civil Municipal de Maceió, para conhecer a estrutura e as tecnologias empregadas na capital sergipana, como o sistema de videomonitoramento da GMA e o aplicativo SOS Maria da Penha.

Nesta quinta-feira, 18, a Guarda Municipal de Aracaju (GMA), órgão vinculado a Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), recebeu a visita técnica de representantes da Secretaria Municipal de Segurança Cidadã e da Guarda Civil Municipal de Maceió, para conhecer a estrutura e as tecnologias empregadas na capital sergipana, como o sistema de videomonitoramento da GMA e o aplicativo SOS Maria da Penha.

Nesta quinta-feira, 18, a Guarda Municipal de Aracaju (GMA), órgão vinculado a Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), recebeu a visita técnica de representantes da Secretaria Municipal de Segurança Cidadã e da Guarda Civil Municipal de Maceió,...

A Guarda Municipal de Aracaju (GMA), por meio das equipes da Patrulha Maria da Penha (PMP) e da Coordenadoria de Inteligência Estratégica, realizou na tarde desta quinta-feira, 18, no bairro Santa Maria, a prisão de um homem

A Guarda Municipal de Aracaju (GMA), por meio das equipes da Patrulha Maria da Penha (PMP) e da Coordenadoria de Inteligência Estratégica, realizou na tarde desta quinta-feira, 18, no bairro Santa Maria, a prisão de um homem

A Guarda Municipal de Aracaju (GMA), por meio das equipes da Patrulha Maria da Penha (PMP) e da Coordenadoria de Inteligência Estratégica, realizou na tarde desta quinta-feira, 18, no bairro Santa Maria, a prisão de um homem suspeito de quebra de medida protetiva de...

Aplicativo + Central

Usamos a tecnologia de RealTime, para monitorar e direcionar todas as ocorrências através de nossa solução SOSBackoffice, um ambiente 100% integrado criado para auxiliar na proteção da vida. 

Proteção a um Toque

Disponível nas plataformas iOS e Android, o aplicativo foi desenhado usando os mais altos padrões de UX e UI, com o objetivo de, através de um fluxo de operação simples, permitir desde o acionamento de uma emergência por um mulher assistida ao atendimento da ocorrência via agente público de segurança. 

Como funciona o fluxo?

Acionamento via aplicativo

Através de uma interface intuitiva e de uma rápida operacionalização, a mulher assistida com medida protetiva aciona a central através de um único botão. 

Central direciona o atendimento

Usando o SOSBackOffice, a central recepciona o chamado em tempo real e direciona a ocorrência para a viatura mais próxima disponível. 

Agente confirma disponibilidade

Com a geolocalização da ocorrência, o agente em um único clique confirma a disponibilidade e traça a rota para atender o chamado.

Vida é preservada

In loco, o agente faz a mediação do conflito entre agressor e vítima com o objetivo central de neutralizar a ameaça e preservar a vida.

Brasil registra pico de feminicídios em 2022, com uma vítima a cada 6 horas…

Segundo Monitor da Violência, mais de 1,4 mil mulheres foram vítimas do crime, o maior número desde a Lei do Feminicídio.

Foram 3.930 casos em 2022, o que representa um aumento de 3% em comparação ao ano anterior. Esse número leva em consideração não apenas casos de feminicídio, mas homicídios dolosos contra mulheres, independente da discriminação sobre a condição de mulher

Quem é Maria da Penha?

Maria da Penha Maia Fernandes (Fortaleza-CE, 1º de fevereiro de 1945) é farmacêutica bioquímica e se formou na Faculdade de Farmácia e Bioquímica da Universidade Federal do Ceará em 1966, concluindo o seu mestrado em Parasitologia em Análises Clínicas na Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo em 1977.

O caso Maria da Penha é representativo da violência doméstica à qual milhares de mulheres são submetidas em todo o Brasil.

NO ANO DE 1983, Maria da Penha foi vítima de dupla tentativa de feminicídio por parte de Marco Antonio Heredia Viveros.

A próxima violência que Maria da Penha sofreu, após o crime cometido contra ela, foi por parte do Poder Judiciário:

O PRIMEIRO JULGAMENTO DE MARCO ANTONIO ACONTECEU SOMENTE EM 1991, OU SEJA, OITO ANOS APÓS O CRIME. O AGRESSOR FOI SENTENCIADO A 15 ANOS DE PRISÃO, MAS, DEVIDO A RECURSOS SOLICITADOS PELA DEFESA, SAIU DO FÓRUM EM LIBERDADE.

O segundo julgamento só foi realizado em 1996, no qual o seu ex-marido foi condenado a 10 anos e 6 meses de prisão. Contudo, sob a alegação de irregularidades processuais por parte dos advogados de defesa, mais uma vez a sentença não foi cumprida.

Após muitos debates com o Legislativo, o Executivo e a sociedade, o Projeto de Lei n. 4.559/2004 da Câmara dos Deputados chegou ao Senado Federal (Projeto de Lei de Câmara n. 37/2006) e foi aprovado por unanimidade em ambas as Casas.

ASSIM, EM 7 DE AGOSTO DE 2006, O ENTÃO PRESIDENTE LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA SANCIONOU A LEI N. 11.340, MAIS CONHECIDA COMO LEI MARIA DA PENHA.

SOSBackOffice

CENTRAL DE SEGURANÇA

  • Monitoramento de Mulheres Assistidas
  • Gestão de Viaturas Operacionais
  • Gestão de Medidas Protetivas em vigência
  • Designação de Ocorrências
  • Inteligência no traçado do Trajeto para atendimento do chamado
  • Atendimento de ChatSeguro com a Mulher Assistida 

Contrate agora 

Agende uma demonstração com um de nossos consultores e conheça de perto como podemos ajudar!

Uma inovação

Acelerada por